Ephebus

ephaebusE de novo deixo o tempo passar… quantas vezes vou começar um post com essa frase? Pelo menos ainda posto, nem que seja uma vez por semana. E como diz o Ricardo Araújo Pereira, “ainda é melhor do que falecer”.

Este retratinho tem mais de 5 anos, talvez mais do que isto; não me lembro. Pra variar, nunca cheguei a terminá-lo. Acho que na época estava estudando uma pintura mais ‘acabada’, com texturas e tal. E como sempre gostei de retratos, passei um bom tempo na pele e na proporções do rosto. Por isto postei todas as pequenas modificações pelas quais este rapazinho grego foi passando.

Não há nada de extraordinário aqui, mas ainda tenho certa afeição por esta pintura, pelos tons cremosos da pele e a expressão simpática do rapaz. Faz tempo que isto é um atributo em falta nos meus personagens, que ultimamente andam saindo com a famosa ‘cara de nada’. Ver este trabalho antigo me lembra que um dia isso foi diferente, e é algo que vale a pena trazer de volta à minha arte. Vamos a isso.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s