Another Hiatus… Again and Again.

Este vai ser curto. Como sói acontecer, estou sem paciência.

Muita coisa mudou em minha vida nas últimas semanas. Procurei (e graças a Deus encontrei) um novo apartamento, onde espero ficar de maneira mais definitiva. Em seguida, preparativos para a mudança; tirar coisas do lugar, tornar a empacotá-las e metê-las em malas e caixas, incomodar amigos e conhecidos possuidores de carro, para ajudar com a multidão de tralhas (eu nem imaginava já ter juntado tanta coisa); limpar o antigo apartamento; entregar as chaves; limpar o apartamento novo; resolver papelada de aluguel; desempacotar tudo de novo; tentar achar espaço para tudo num espaço bem mais reduzido que o anterior…

E, finalmente, conseguir internet, instalada apenas hoje. Nada de sentar ao PC para trabalhar, zero concentração e tempo para isso. Para completar, dei um mau jeito no braço durante a mudança, provavelmente por carregar peso excessivo e manipulá-lo erradamente. Fora a sensação de estar completamente “fora de prumo”, como se toda a bagunça esperando ser arrumada se houvesse instalado também em minha cabeça.

Mas arrumei tudo. Tudo é de segunda mão, desde os móveis até as cortinas e a louça. A sala parece vazia, tendo apenas a mesa do PC e uma mesinha modesta com duas cadeiras. O sentimento que tenho, ao olhar, é de algo provisório, ou de uma “pobreza limpinha”… todavia, isso não me aborrece de modo algum. Estou em um lugar que posso considerar “meu”, até que minha vida tome sabe-se lá que outros rumos. Uma coisa que aprendi aqui é que nada nos pertence…

Ontem perdi a minha carteira, com documentos, dinheiro e até o cartão do ônibus. A raiva e frustração foram enormes, principalmente por sempre ter sido uma pessoa cuidadosa; agora, ando às voltas com todo o trabalho para requerer novos documentos, e esperar a chegada de outros. Quanto ao dinheiro perdido, é “leite derramado”, não adianta chorar. E foi assim que realmente me dei conta que mesmo algo que julgamos bem guardado pode escapar de nossas mãos sem que possamos fazer nada a respeito.

Toda essa ladainha para explicar porque não parei para atualizar o blog, ou mesmo para desenhar qualquer coisa. Espero que nos próximos dias esta situação seja devidamente revertida.

E agora vou dormir, porque já começo a não escrever “coisa com coisa” e a sensação de dever cumprido já bateu. Boa noite.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s