Triangle

Na verdade, este não é um triângulo amoroso como o título dá a entender… a ideia veio ao dar um trato nas imagens para postá-las. O original feito em mina roxa. Joguei uma textura de papel velho e acentuei a luz com overlay.

Já se vai um ano, ou perto disto, que desenhei estas três cabeças. O casal de cabelos escuros seriam Christopher e Sarah Domnus, os pais de Lars Domnus, um dos meus personagens mais antigos. O homem louro foi um experimento para uma divindade da minha mitologia particular – Plumbaom, o deus dos minerais.

Entretanto, ao organizar o post, recortei-os da página original e coloquei as três cabeças lado a lado – e vi que os olhares poderiam ser cruzados, apenas dando um “flip” na cabeça do bárbaro. O olhar de Sarah, antes voltado para Christopher, foi modificado para ficar no centro, enquanto os dois se voltam para ela, como se a desejassem.

E como Sarah é filha de ciganos, lembrei-me dos “olhos de cigana oblíqua e dissimulada” que Machado descreveu tão bem… apenas algumas mudanças de posições do desenho original, e já estava pronto o triângulo amoroso imaginário! =)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s