Hommage To Toulouse-Lautrec

Estou lendo um livro sobre a vida e a obra de Toulouse-Lautrec, artista que sempre apreciei pela bela maneira de desenhar. Lendo também conheci sua técnica (óleo bem diluído sobre cartão), a qual desconhecia.

O que mais gosto em Lautrec é a sua mão ágil, seus instantes capturados com habilidade, além da melancolia que perpassa suas figuras, nada idealizadas e muitas vezes “flagradas” em momentos de grande intimidade. Isto torna a sua obra transbordante de vida e dinamismo, características que eu reconheço estar em falta no que faço.

Portanto, decidi-me por testar um pouco do “estilo Lautrec”; quis desenhar alguém comum, de seios pequenos e pernas finas, barriguinha saliente, ar um pouco desengonçado e olhar incisivo. Como ele gostava de pintar nos cabarés, e sempre contextualizava suas figuras, imaginei aqui uns cortinados e um espelho, à frente do qual se posta a moça retratada.

Um sonho que tive também colaborou para o desenho; assisti Suckerpunch no domingo passado, e acho que a sucessão frenética de belas imagens me “encharcou” o inconsciente… sonhei que estava numa espécie de circo com outras garotas, mas enquanto as outras apenas dançavam eu tinha que “ficar com os clientes”. Nada lisonjeiro. -_-‘

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s