French Faces

Apesar de não ter um decente (comprei um caderno de 1 real na livraria e agora nem capa ele tem), eu ADORO sketchbooks. Gosto do tom experimental que eles carregam, da bagunça criativa, dos testes, dos flashes do cotidiano…

Por falar nisto, tive a chance de ter em mãos e ver 2 sketchbooks opostos em estilo, porém maravilhosos, cada um à sua maneira: o do Rivaldo Barboza e o do Rael Lyra. Aliás, paguei umas 2 disciplinas no curso de Artes com Rael e lembro-me de vê-lo sempre desenhando, desenhando sem parar… e agora torno a fazer o mesmo, no papel, depois de tanto tempo só dedicado à tablet.

Aqui, só algumas coisinhas rabiscadas no livro de francês… optei mesmo por deixar o entorno aparente. Há muitos perfis, para aproveitar as bordas em branco, e me lembram, não sem certa saudade, das minhas apostilas do Ensino Médio, que eram rabiscadas do começo ao fim. Há muita nostalgia em desenhar no papel, admito… mas não vejo a hora de comprar um noteslate!😄

One thought on “French Faces

  1. Cynthia, me impressiona como os desenhos que faz em sala de aula são mais “soltos”. Parece que sem uma “obrigação”, fluem melhor e ficam bem bacanas. Não que os outros sejam de menor qualidade, mas , sei lá, parecem mais livres, se é que me entende…

    Volto a afirmar que tu andas conseguindo desenhar pessoas mais normais, sem aquele apelo do belo e o desenho tem ficado fantástico do mesmo jeito! As mulheres são muito boas (no bom sentido) …

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s