Oslo – Before and After

Este é um personagem bastante antigo que tenho – deve datar de  2002 a 2004, por aí. E o nome dele é Oslo mesmo, como a capital norueguesa; aliás, tenho outro personagem (do qual pretendo postar um redesign em breve) que se chama Reykjavík. E não é islandês.😛

O desenho à esquerda deve datar de 2004 ou 2005, imagino; ainda me admiro com os pescoços descomunais que costumava fazer – e como não conseguia, de jeito nenhum, imprimir masculinidade aos meus homens. Oslo é um elfo de 2 metros e seus 150kg – definitivamente, com um físico assim, seriam difícil ter o rosto tão delicado com que o fiz anteriormente. Sem contar a “viradinha de cabeça e o olhar de ladinho” que já me acusaram como um sério “fator desmasculinizante” nos meus rapazes!

Para o desenho atual, feito na semana passada apenas, mantive os tom púrpura original dos olhos de Oslo, assim como o da capa, cor oficial de Gounod, cidade governada por ele como duque. Substituí apenas a marquinha à la Morte do Sandman por algo mais agressivo, de acordo com as tatuagens ostentadas nos seus braços e peito. Também me inspirei na maravilhosa arte de Kekai Kotaki (ele de novo!), para um traço mais vigoroso e pesado, que pudesse refletir a índole guerreira do personagem.

Me disseram que o peito dele parecia feito de pedra, e que a corrente que o atravessa deveria “afundar” um pouco mais na carne. Acho que o meu desejo de fazer um retrato “recendente a testosterona” me fez exagerar na musculatura… mas foi gratificante perceber a evolução! E que venham mais homens fortes e másculos por aí!😄

5 thoughts on “Oslo – Before and After

  1. Cynthia, no meu tempo de D&D, os elfos sempre eram retratados meio afeminados… por sinal, quando alguém jogava com esta raça, invariavelmente era alvo de piadinhas. Daí não há problema em ser afeminado! rs
    Quanto ao “peito de aço”, lembrou um pouco os do filme “300”… As cores escuras ficaram bacanas, como sempre!😉

  2. Oi, Cynthia! Se busca uma referência para masculinidade nos homens que desenha, eu sugeriria as artes do John Buscema nas histórias clássicas do Conan, e principalmente as belas capas que o Joe Jusko e o Earl Norem faziam para a revista.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s