The First Meeting

Outra vez tentando imitar a arte de um ídolo – desta vez, Kekai Kotaki.

Não obtive os mesmos efeitos que ele, está claro – uma mão ousada e solta, como já mencionei antes, é algo que ainda não possuo… e só tendo uma mão assim para o dinamismo que Kotaki consegue imprimir em suas imagens.

Mas gostei de “jogar” com o traço, riscar bastante, passar o pincel por cima do erro em vez de apagá-lo, amontoar traços e formas para esculpir em vez de desenhar. Sem contar o desafio que é fazer uma iluminação dramática e eficiente. E usar muitos pincéis, os mais variados possíveis, e ver os efeitos que vão surgindo quase como mágica.

Quero fazer mais coisas assim em breve… este é só o começo.

2 thoughts on “The First Meeting

  1. Além do desenho, uma melhoria importante foi o seu comentário sobre o desenho.

    Desta vez não houve nenhuma depreciação ao trabalho (só um pouquinho, mas tá bem melhor)!

    Os desenhos mais sombrios, pelo menos na minha opinião, são mais interessantes. Como sou uma lesma caolha desenhando (no máximo palitinhos!), minha opinião não é lá muito balizada, mas as expressões dos desenhos são show de bola!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s